Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

Políticos na Internet


NO MUNDO DA INFORMAÇÃO DIGITAL
POLÍTICOS AINDA ESTÃO NA ERA DO PAPEL, REVELA PESQUISA

 Pesquisa feita por Arthur Lopez
 artlopez@medialogue.com.br

Estudo da Medialogue analisou informações de 513 deputados de 81 senadores e reuniu mais de 70 mil dados para montar o primeiro mapa do poder digital no Brasil.

Conclusão: muitos deputados e senadores simplesmente ignoram a internet e as redes sociais e a maioria dos que participam da rede ainda não sabem como interagir e como atrair os eleitores. Usam a internet e as redes sociais como se estivessem distribuindo santinhos e folhetos, para dizer o que lhes interessa, sem se preocupar com a opinião do eleitor e sem usar os recursos digitais para informar corretamente, para prestar contas, para facilitar suas vidas e sobretudo para se aproximar deles. “Apesar de muitos políticos terem sites e contas no Facebook e Twitter, ainda a utilizam seus recursos como se estivem na era do papel“, diz Alexandre Secco, coordenador da pesquisa.

O estudo levantou mais de 70 mil informações relacionadas ao perfil digital de todos os 513 deputados federais e de 81 senadores e pode ser obtido gratuitamente no site da Medialogue (www.medialogue.com.br)  As primeiras conclusões foram reunidas em um relatório de 212 páginas com mais de 200 rankings e 60 gráficos que revelam como os parlamentares utilizam sites, blogs, Facebook, Twitter e vários outros recursos digitais. Além disso, fez uma análise detalhada de como deputados e senadores interagem com os eleitores pela rede digital. Algumas informações sobre a pesquisa:

O teste do e-mail - Em um teste realizado durante a fase de coleta de dados, os pesquisadores enviaram perguntas simples por e-mail para os parlamentares. Apenas 24% dos deputados, entre os senadores o resultado foi ainda pior.  Apenas 14% responderam.

Fora da internet - Também chamou a atenção o fato de que cerca de 100 deputados, um em cada quatro, sequer mantém um site, um dos mais simples de todos os recursos digitais. O uso de blogs, outro aplicativo bastante simples, é relativamente comum, porém nem todos são realmente utilizados com o propósito de informar. De todos os deputados federais que mantêm blog 43% não atualizam as informações, apresentavam notícias de mais de um mês atrás na data da pesquisa. Entre os senadores apenas 22% deixam seus blogs atualizados.

Desatualizados - A pesquisa encontrou uma situação parecida no Twitter, um dos canais sociais preferidos pelos parlamentares. Um em cada três deputados e senadores mantém suas contas no microblog desatualizadas. “O que se nota é como muitos usam a rede para disputar a eleição e depois a abandonam, diz Alexandre Secco, coordenador da pesquisa. Poucos aproveitam efetivamente seus recursos, como já fazem há muito tempo os políticos americanos. “Todo político brasileiro sonha em ser um Barack Obama na internet, que conseguiu usar a rede para angariar votos e contribuições em dinheiro, mas pouquíssimos parecem ter percebido que para isso funcionar direito é preciso haver uma troca. Os brasileiros querem aparecer, falar e ser ouvidos, mas não dão atenção para o eleitor, muitos sequer se dão ao trabalho de responder a um e-mail. Assim não funciona”, diz Secco
Baixa audiência – A pesquisa observou também a maioria dos parlamentares tem audiências relativamente baixas nas redes sociais. No Twitter, 12% dos deputados com perfis têm menos de 200 seguidores. Vários estudos indicam que esse número de adesões corresponde quase a uma ausência técnica no microblog.  É preciso de bem mais do isso para ser relevante. No Facebook, este limite de 200 amigos não é atingido por quase 60% dos senadores, ou seja, maioria deles tecnicamente “não existe” para a rede que mais cresce no Brasil. Entre os senadores presentes no Youtube, o que se observou é que a maioria dos parlamentares divulga vídeos que ninguém vê. Metade dos deputados recebeu 97% de todas as outras visualizações, a outra metade ficou com o restante, a maioria em canais praticamente inéditos.

Os campeões – O estudo também mostra os parlamentares que se destacam tanto em produção como em audiência nas redes sociais. Mostra claramente o que muitos especialistas em marketing político relutam em aceitar: investir na internet dá retorno. O estudo da Medialogue aponta uma série de exemplos de uso bem sucedido dos recursos digitais e os rankings por parlamentar em dezenas de categorias. Conheça alguns vencedores: o deputado Romário (PSB-RJ) é quem fala para mais pessoas no Twitter com 240 mil seguidores, seguido pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF), com 210 mil seguidores. Os dois possuem audiências elevadas e conseguiram criar canais diretos para falar com uma parcela expressiva de seu eleitoral. Resultado: dependem cada vez menos da mídia tradicional para se fazer ouvir e ainda podem ser mais diretos. Uma curiosidade: no microblog, a maior produção de posts é do deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), que publica uma mensagem a cada 3 minutos. O parlamentar mais popular no Facebook é o senador Humberto Costa (PT-PE) com mais de 14 mil amigos.

A guerra dos partidos – Outra revelação da pesquisa diz respeito ao comportamento dos partidos na internet e nas redes sociais. Foi possível identificar claramente as legendas que mais valorizam a presença nas redes digitais e as que ainda não se deram conta de sua importância. O maior partido do Brasil, o PMDB se sai mal em quase todos os quesitos avaliados, quando se observa as médias de pontos obtidos pelos deputados da legenda. Outro entre as grandes bancadas que vai mal é o PTB, que se mantém como mediano nos dados apresentados pelos senadores e muito abaixo da média entre os deputados. Por exemplo, no item sobre a resposta ao e-mail enviado pela pesquisa, em relação à interatividade de seus componentes e quando se conta o número de notícias do mandato publicadas nos sites. Na outra ponta, o PT e PSDB foram bem em quase todas as avaliações. O PT se destaca em presença e atualização das redes sociais, como o Twitter e Facebook, e ainda na publicação de notícias. A bancada do PSDB figura entre outros itens como uma das mais transparentes, é junto com o PV a que mais informa os gastos de gabinete em seus sites.

Os mais influentes, quem dá show na internet e a lição das urnas - A Pesquisa faz parte do Projeto Político 2.0, desenvolvido pela Medialogue com o objetivo de contribuir com a discussão a respeito do uso da internet e das redes sociais para o desenvolvimento da política.

Os próximos relatórios que serão divulgados são os seguintes:
1) Quem são os deputados e senadores mais influentes na internet
2) O que as urnas dizem sobre o uso da internet
3) Os deputados e senadores que dão show na internet e nas redes sociais
4) Os partidos mais digitais

                   
Vamos ajudá-los a aprender o uso da Internet,
enchendo suas caixas de mensagens
com o que não será lido.   
Porém, nada melhor do que a insistência.



publicado por puteiro-nacional às 10:10
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 29 de Novembro de 2011

PSDB usa vídeo de Duda para atacar PT e Dilma

É só uma clicada abaixo para ver o vídeo que é grande candidato a ser retirado do ar por "ordem judicial". 

http://uolpolitica.blog.uol.com.br/arch2011-11-27_2011-12-03.html#2011_11-29_18_57_54-9961110-0.

Palavras PTistas:
Se nos próximos anos o PT
NÃO ACABAR COM A CORRUPÇÃO,
A CORRUPÇÃO ACABARÁ COM O PAÍS.



Já arrumou suas malas?




publicado por puteiro-nacional às 14:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Enquanto eu roubo, você chuta... p'ra escanteio




É tanta celeuma que 'aparentemente' sua  fabricação -  tão farta quanto escusa - é proposital. Nos revoltamos, hoje, com um caso aqui e, no dia seguinte, surge outro ali. Pronto! A trapalhada anterior foi pr'a escanteio, até porque seria impossível nos insurgir, de uma única vez, contra a criatividade de tanta canalhice.  

Assim parece o caso da divisão do Estado do Pará, por exemplo, que está  direcionando a atenção de muitas pessoas para o problema.  Sem esquecer outros interesses, para  dividir o Estado, que seriam impublicáveis. 





QUEREM DIVIDIR O PARÁ !!!  
IIIIIIIIhhhhhh!  Lembra da Erenice? 

Pois é. Lá  está a dona Erenice Guerra e vários comparsas do gênero, 
que tiveram sua sujeira soterrada na imundície nacional.

O vídeo abaixo fala sobre a vantagem em dividir o Pará.
Pelo jeito a vantagem estaria na arrecadação,
 que, estranhamente, seria menor que os custos.
Mas a roubaheira... não seria nada diferente.


Montagem


 
publicado por puteiro-nacional às 09:46
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

Jingle bell, acabou o papel... de lenços faciais



"...na área social, o setor (Saúde)
foi o que mais perdeu na comparação com os demais."

Na Saúde, gastos em queda (o que não é novidade para quem acompanha o imbroglio que nos representa em Brasília http://oglobo.globo.com/pais/na-area-da-saude-gastos-estao-em-queda-3336782Mas, em compensação ... o Senado gastou R$ 48,9 mil em luminárias, um dinheiro que poderia ser muito mais bem aproveitado se não estivéssemos acostumados a aceitar tanta mentira, tanta hipocrisia, tanta tapeação, tanta falta de caráter. 

Enquanto isso, ... a Câmara dos Deputados comproude 42 novos Tablet’s, ao custo total de R$ 78,7 mil, com tela de 9,7 polegadas de LED,com Wi-Fi e 3G.   Calma, tem mais! Compraram também 50pen-drives, no valor de quase R$ 1,5 mil . Não acabou ainda, não: a casa-da-mãe-joana - o conhecido puteiro nacional que se chama Congresso -  ainda reservou R$5,2 mil para fornecer de refeições em restaurante ou churrascaria para um desses eventos não muito eventuais.  Será que estarão tão presentes quanto costumam estar em seus únicos tres dias de 'trabalho'?  Ou só comparecerão na hora do almoço para tirar fotos para os jornais, se divertir E RIR DA NOSSA CARA?    
<>
</>
Êpa! Peraí que ainda não acabou.  Veja a utilidade do NOSSO dinheiro:  o STF gastou R$ 250 na aquisição de 100 caixas de lenços faciais de folha dupla.  Fora R$ 1,8 mil para a compra de os 90 protetores para os seus pés (de Cinderela?)  Confira aqui 

Ora!  Já sabemos o que dirão: esse dinheiro não era destinado  à Saúde, mas a  'coisinhas' "extras" (ou extraordinárias?).  Ou sabe-se lá qual será o termo usado pelas quengas de Brasília que quiserem justificar o injustificável.

Quem quiser ver seu dinheiro indo para o ralo, basta acompanhar o Contas Abertas



publicado por puteiro-nacional às 02:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 27 de Novembro de 2011

Comendo pelas bordas

A reportagem abaixo, que está na Folha de São Paulo, mostra direitinho que Lupi está "sendo comido pelas bordas",  antigo método usado para evitar queimadura ao comer uma sopa muito quente, por exemplo.


Dilma, da mesma forma que L.I., conhecia as trapaças do ministro Lupi pelo menos desde 2008 (haja tempo!), como afirma a reportagem da revista Veja desta semana.  Porém seu estilo é bem diferente do usado por seu antecessor.  Enquanto um se sentia à vontade para defender e demonstrar envolvimento com a bandidagem, a atual presidente - que não se sente segura para tanto - deixa que eles fritem por conta própria.  Não se poderia esperar nada tão diferente de quem sempre esteve  imiscuída em segundo plano com a politicalha nacional.


As centrais sindicais sempre estiveram certas do destino de Carlos Lupi. Esfomeados, já fazem fila na porta para receber  ''''o deles''''.



Transcrição da reportagem da Folha de São Paulo
  
Rivalidade na área sindical acirra disputa por ministério de Lupi
DE SÃO PAULO - 27/11/2011-05h29

Hoje na FolhaA rivalidade das duas maiores centrais sindicais do país acirrou a disputa que o PT e o PDT travam pelo comando do Ministério do Trabalho desde que o ministro Carlos Lupi entrou na lista dos que devem ficar sem emprego com a reforma ministerial prevista para janeiro, informa reportagem de Andréia Sadi e Vera Magalhães, publicada na Folha deste domingo(a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).


O PT perdeu o controle do ministério em 2007 para que o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva acomodasse o PDT no governo. Agora, os petistas se queixam abertamente da maneira como a sigla de Lupi controla recursos e postos-chave da pasta.


Ligada ao PT, a CUT (Central Única dos Trabalhadores) acusa a Força Sindical de usar aliados no PDT e no ministério para ampliar sua influência sobre os sindicatos.


A Força Sindical é presidida pelo deputado Paulinho da Força (SP), que é do PDT. Há pouco mais de um ano, ele tentou emplacar na Secretaria de Relações do Trabalho um aliado, o delegado Eudes Carneiro, mas Lupi rejeitou a indicação e nomeou Zilmara de Alencar.


Com as mudanças que a presidente planeja fazer no primeiro escalão, acreditam, o PDT poderia ser alocado em outra pasta e o PT voltaria a dar as cartas no Trabalho. A Força Sindical e o PDT têm pressionado a Lupi a sair antes da reforma. Eles acreditam que assim poderiam forçar Dilma a substituí-lo por outra pessoa ligada ao PDT.  (Leia mais na edição da Folha deste domingo, que já está nas bancas).



publicado por puteiro-nacional às 04:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 26 de Novembro de 2011

REFORMA: crimes hediondos



No Brasil, de acordo com a Lei  8.072/90, crime hediondo não é apenas aquele cometido com extrema violência ou requintes de crueldade, embora pareça pelo nome. São os crimes que foram assim considerados pelos 'legisladores' e que, segundo eles, mereceriam maior reprovação por parte do Estado, por serem tão graves e revoltantes que causariam aversão à coletividade.  Seriam delitos acentuadamente lesivos, de extremo potencial ofensivo. 


Significado do termo hediondo:  ato profundamente repugnante, imundo, horrendo, sórdido, ou seja, um ato indiscutivelmente nojento, segundo os padrões da moral vigente. Portanto, crime hediondo é aquele que causa profunda e consensual repugnância por ofender, gravemente os valores morais de indiscutível legitimidade, como o respeito à dignidade das pessoas.


No final da página abaixo estão listados os crimes considerados hediondos, por nossos 'legisladores', incluídos na Lei 8.072/90.   Mas, antes, poderíamos fazer um pequeno raciocínio sobre o assunto com base apenas no significado das palavras que serão, em seguida, transcritas: 


1 - Atos graves e revoltantes que causam aversão à coletividade; 

2 - Delitos acentuadamente lesivos, de extremo potencial ofensivo;
3 - Ato profundamente repugnante, imundo, horrendo, sórdido;

4 - Ato indiscutivelmente nojento, segundo os padrões da moral vigente;

5 - Crime que provoca repugnância por ofender os valores morais;

6 - Crimes que ofendem o respeito à dignidade das pessoas .

Sem levar em conta os crimes listados abaixo, extremamente graves, não podemos  negar que as seis características acima se encaixam perfeitamente nos atos políticos indecorosos que presenciamos diariamente.  Portanto, vamos sugerir - EM GRUPO - que, na próxima REFORMA POLÍTICA, os crimes cometidos pela policalha, com grande naturalidade, passe a ser equiparado a crime hediondo.


Mais uma sugestão que deve ser inserida: Toda vez que algum político  -  seja ministro, deputado ou sabe-se lá o que - for acusado de alguma falcatrua, deverá deixar o cargo imediatamente.  O julgamento será feito pelo povo num Plebiscito ou algo parecido. 


Os crimes  hediondos na Llei são os seguintes:   Homicídio quando praticado em atividade típica de extermínio, ainda que cometido por um só agente, e homicídio qualificado; Latrocínio;  Extorsão qualificada pela morte; Extorsão mediante sequestro e na forma qualificada;  Estupro; Estupro de vulnerável;  Epidemia com resultado morte;  Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapeuticos ou medicinais;  Crime de genocídio..

Na Lei 8.072/90, crimes como o tráfico ilícito de entorpecentes,  a tortura e o terrorismo estão equiparados a hediondos, sendo igualmente inafiançáveis e sem direito à anistia.  (saberjuridico.com.br)

publicado por puteiro-nacional às 11:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

Será um jeito feminino de fazer política?



Montagem


publicado por puteiro-nacional às 10:58
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

PROIBIÇÃO HABITUA O POVO A SER DOMINADO

Senadores estendem a lei antifumo para todo o país,
faltando ser sancionada pela presidente. 
De início a lei antifumo é tão bem intencionada quanto a lei seca que, todos afirmam, diminuiu muito o número de acidentes no trânsito.
 
 
Não vem ao caso discutir sobre os malefícios causados pelo fumo, mas pela proibição. Como vemos no artigo abaixo do Prof. Marcos Coimbra, é cada vez maior o número de leis voltadas a coibir nossos atos, sejam mais ou menos prejudiciais. Sem contar com as leis que encantam os tolos, mas atrapalham mais do que ajudam.
 
 
Surge, então, a  pergunta: é possível  parlamentares que desviam o dinheiro da saúde pública  se preocuparem com nosso esfumaçado pulmão?   kof, kof,kof...
Ao invés de tratar de assuntos importantes para o país,  parlamentares - totalmente incapazes de se manter em seus cargos com dignidade - preferem aderir à imbecilização dos eleitores, convencendo-os de sua irresponsabilidade para viver sem leis restritivas.  Muito oportuno tratar o cidadão como criança e  fácil convencê-los de sua incapacidade de gerir sua própria vida sem a determinação de seus "superiores" .  Basta crivá-los de NÃO PODE.   De tantos NÃO PODE acumulados, o cidadão se vê como um débilóide que precisa de alguéns para lhe ensinar a conduta correta. 

Algumas proibições comentadas no artigo abaixo:  - Coibir a prática de castigos corporais em crianças e adolescentes;  - Lei da “prateleira” proibindo a existência de produtos ao alcancedo consumidor de farmácias;  - legislação imposta pelos petistas de restrição à internação etratamento ambulatorial para dependentes químicos graves, bem como portadoresde sérias doenças mentais;  posse de arma de fogo pelo cidadão, sob o pondo de vista dosinteresses nacionais brasileiros.

MARCHA BATIDA PARA O AUTORITARISMO
Prof. Marcos Coimbra

         Em artigo publicado neste espaço em julho/2010, intitulado “Surto Autoritário” alertamos para a existência de sinais preocupantes de autoritarismo explicitadas por integrantes da administração petista de Lula, citando como exemplo a assinatura de uma proposta de Projeto de Lei (PL) para coibir a prática de castigos corporais em crianças e adolescentes. A informação era da subsecretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, da então secretária de Direitos Humanos (SDH), Carmen Oliveira. Ou seja, queriam criminalizar os responsáveis por um menor, quando aplicada uma palmada educativa na ocasião adequada, ou até mesmo por uma advertência verbal mais dura.

         Agora, para nossa preocupação o assunto volta a entrar na pauta, ameaçando tornar-se realidade. Ninguém é favorável a excessos, mas proibir os pais de, quando necessário, aplicar um leve corretivo físico, objetivando educar seus filhos, cheira ao melhor estilo das sanguinárias ditaduras comunistas do passado, quando os filhos denunciavam os pais por “traição ao Estado”. A penalidade deverá ser a perda da guarda.  Se já está sendo difícil nos dias de hoje educar nossos filhos, como nossos antepassados nos educaram, imaginem agora.

Ao invés de atender aos reclamos da imensa maioria do povo brasileiro no seu anseio de diminuir ou mesmo acabar com a excrescência da denominada “maioridade penal”, a administração petista volta a insistir em um absurdo deste tipo. Qual é a intenção oculta destas iniciativas? Por que praticamente todas as medidas propostas pelos atuais detentores do poder político do país vão na contramão dos princípios e valores do povo brasileiro?

         Outro exemplo recente foi a pantomima patrocinada pela titular da secretaria especial de políticas para as mulheres em proibir a veiculação de um comercial da bela Gisele Bündchen, a pretexto de defender a imagem da mulher brasileira que teria sido maculada pela forma como a peça de propaganda abordava o assunto. Ora, não conseguimos em nenhum momento vislumbrar qualquer vislumbre de intenção deste tipo, após ver a peça, por diversas vezes. Ou é falta do que fazer, ou é inveja da aparência da deslumbrante modelo, ou é para criar polêmica a fim de chamar a atenção para um órgão inteiramente desnecessário e de fraca atuação. Tal secretaria deveria agir isto sim para coibir barbaridades como as ocorridas no Pará, quando menores de idade foram estupradas em repartições públicas, até mesmo em penitenciárias e delegacias.

         A cada dia inventam mais uma lei sem sentido, limitadora do exercício do direito de livre arbítrio do cidadão. A ridícula lei da “prateleira” proibindo a existência de produtos ao alcance do consumidor de farmácias é outra excrescência, quando há fatos muito mais graves para atacar. É sabido que existem milhões de jovens viciados em drogas ilícitas perigosas, como cocaína, “crack” e outras, sem a devida assistência por parte do poder público.

A controvertida legislação imposta pelos petistas de restrição à internação e tratamento ambulatorial para dependentes químicos graves, bem como portadores de sérias doenças mentais está levando ao desespero milhares de lares, sem a menor estrutura para tratamento digno e adequado de seus familiares atingidos pela tragédia. E ainda existem “autoridades”, como o ex-presidente FHC, defensores da descriminalização da posse e do uso de drogas ilícitas, como a maconha, quando os especialistas já advertiram que, além dos malefícios ocasionados aos seus usuários, representa a porta de entrada para o uso de drogas mais pesadas.

         Outro absurdo é a fixação autoritária dos atuais detentores do poder político em proibir, na prática, apesar da acachapante derrota sofrida no referendo sobre o tema, a posse de arma de fogo pelo cidadão, sob o pondo de vista dos interesses nacionais brasileiros. Somente é entendida tal atitude partindo-se de uma visão de fora do Brasil, com o interesse dos “donos do mundo” em desarmar o povo brasileiro, bem como suas Forças Armadas para diminuir a resistência à planejada intenção de “balcanizar” nosso país, com a iminente perda de grande parte da Amazônia, através de ardis sutis e variados, como a demarcação de áreas indígenas, a invenção dos quilombolas, a permissão de extração mineral por empresas privadas de regiões ricas em minérios, diretamente com tribos indígenas e outras do gênero. É evidente que um dia o povo brasileiro perceberá a traição cometida e tentará reagir. Mas como, se estiver desarmado? O plano é tão bem feito que, caso mantido o ritmo atual, brevemente o Brasil não terá condições nem de fabricar armas, nem munição para sua defesa, tornando-se inteiramente dependente de outras nações.

         A legislação sobre a criminalização da “homofobia” é outra iniciativa descabida. Não é aceitável qualquer tipo de discriminação, de qualquer forma, de quem é diferente da maioria. A Constituição estabelece que “todos são iguais”. Se alguém for agredido, o infrator deve responder por seu delito, de forma semelhante aos outros cidadãos. Por que criar uma exceção atentatória à igualdade de direitos para alguns? Abre o precedente para outras iniciativas esdrúxulas futuras. Por que não privilegiar os obesos, aqueles que possuem algum tipo de problema físico, como o uso de óculos e outros?

         Muitos outros exemplos poderiam ser citados, porém o espaço não nos permite estender a análise. O importante é alertar nossos leitores para o fato de que, pouco a pouco, nosso povo vai se habituando a esta prática autoritária, agravada a cada dia, em marcha batida para a implantação de um regime tipo bolivariano no Brasil, sem encontrar resistência. Um dia, quando acordarmos, estaremos sob o jugo de uma ditadura de fato, sob a máscara de uma “democracia socialista” a moda Chávez, com o Legislativo e o Judiciário sob o comando das “viúvas” do stalinismo, agora disfarçados pela práxis gramscista.

         É hora de resistir a todos estes desmandos autoritários MARCHA BATIDA PARA O AUTORITARISMO - Prof. Marcos Coimbra, Membro do Conselho Diretor do CEBRES, Titular da Academia Brasileira de Defesa e da Academia Nacional de Economia e Autor do livro Brasil Soberano.

        



publicado por puteiro-nacional às 08:41
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Novembro de 2011

Azar, fraude ou incompetência ?



Julgue você!


Fraudes sempre nos revoltam, mas umas, de tão inesperadas, nos supreendem. Ou, então...

X conta a você um problema que ocorreu. Em seguida, chega o Y e conta o mesmo problema, com outra versão. O que seria um problema deles, se torna um problema para você que não sabe mais o que terá ocorrido, de fato, e em quem deve acreditar.  Foi assim em Nova Friburgo.
Ao ler o jornal, lá está o artigo Fraude na esperança de Lumiar, transcrito abaixo e que, dificilmente pode ser colocado em dúvida.   Mas, calma, depois desta versão do jornalista, há uma outra para confundi-lo  (caso consiga).


VERSÃO DO JORNALISTA QUE PREZA A CIDADE
Fraude na esperança de Lumiar- João Pimentel



Há seis anos alugo uma casa em Benfica, próximo a Lumiar, distrito de Nova Friburgo. Tenho muitos amigos entre moradores nativos, sonhadores que ficaram por lá alimentando o sonho paz e amor dos anos 70 e gente como eu que encontrou ali um refúgio perto da natureza e da harmonia. Como cantou Lulu Santos no show que fez na sexta passada na cidade, Lumiar é terra de "gente fina, elegante e sincera". O show abriu um festival que prometia um encontro histórico, já que na segunda, dia 14, haveria um encontro de Milton Nascimento, Beto Guedes, Lô Borges, Toninho Horta e Wagner Tiso. Seria o Clube da Esquina na cidade que Beto Guedes e Ronaldo Bastos transformaram numa bela canção.

 E foi esse o ambiente encontrado por inescrupulosos para dar um dos golpes mais covardes que já vi. Anderson Terra Pomar, Nelson Rodrigues dos Reis Filho e Damião Geremias de Souza, produtores de uma Cartão Postal Editora e Publicidade Ltda. (CNPJ 10912223/0001-89), chegaram em Lumiar há alguns meses e fizeram um show comemorativo dos 35 anos da canção de Beto e Bastos no campo de São Pedro da Serra, localidade vizinha a Lumiar. O show foi um sucesso.     
Então, alugaram uma casa na praça de Lumiar e anunciaram um evento para o final de semana passado: o Serra Sons. Arregimentaram produtores locais, botaram pontos de venda no comércio e também em regiões vizinhas como Sana, Macuco, Mury, além de cidades que ficam na outra ponta da estrada Serra-Mar como Rio das Ostras e Búzios. Também iniciaram uma venda maciça na internet, pela Tickets For Fun. A rede stava montada.    
Havia promoção para moradores da região e foram vendidos passes válidos para todos os dias. As pousadas da região venderam pacotes para visitantes que vieram de Curitiba, de Goiás, de várias cidades de Minas. Um efetivo da Polícia Militar de Friburgo foi deslocado para reforçar o patrulhamento. E os moradores da cidade se prepararam para receber, da melhor forma possível, os visitantes. Os comerciantes reforçaram, e muito, seus estoques.      
 
        
No domingo de manhã, quando fui tomar café na padaria de uma amiga, a Janaína, recebi uma notícia surpreendente: os produtores haviam fugido de madrugada com todo o dinheiro dos ingressos, dos comerciantes que chegaram a pagar R$5 mil para trabalhar dentro da arena montada, além de dar um calote nas firmas que montaram o palco, o som, os banheiros químicos.
       
O curioso é ver o sr. Pomar e sua justificativa patética dada a jornais de que “descobriu”, com o evento em curso, que não havia dinheiro para pagar aos artistas. Como não tinha dinheiro, se antes da fuga na madrugada do último domingo recolheu o que tinha arrecadado e sequer avisou às pessoas que o evento estava cancelado? Rey, um operário da música que há décadas vive por lá, foi chamado para ser o produtor local. Passou dois meses trabalhando, pegou R$5 mil da sua poupança para pagar a terceirizados "enquanto o pagamento não batia na conta"... Ficou sem o dinheiro e agora está com medo de sair na rua porque inescrupulosos partiram e ele ficou.
       
A fuga do sr. Anderson Pomar foi testemunhada por algumas pessoas, fora da arena, no sábado. Os seguranças que ele contratou gritavam: "Você não vai fazer isso com a gente não, nós somos polícia (sic)!" O dono do campo levou uma volta e passou mal. O delegado de Friburgo se disse surpreendido. Reforçou ainda mais a segurança local — mas, antes, afixou no muro da arena vazia o nome dos três elementos (Pomar, Reis Filho e Souza), com o CNPJ da tal Cartão Postal.
       
O que mais doeu foi sentir nos moradores uma tristeza profunda por achar que Lumiar vai passar a ser malvista, e nunca mais vai receber artistas importantes. Os inescrupulosos do Serra Sons usaram maquiavelicamente o slogan "Todos por Nova Friburgo" e feriram o orgulho de uma comunidade que tenta se reerguer depois de uma tragédia  (a chuva que fez um terrível estrago na região serrana).
     
É importante que esta história seja contada como aconteceu, para que gente assim não tenha chance de repetir golpe de tamanha covardia.


A OUTRA VERSÃO
- DO PRODUTOR DO SHOW QUE SE TORNOU FRUSTRAÇÃO LOCAL -


Explicações da produção do show com Formulário para Ressarcimento de Ingressos no site http://serrasons.com.br/rio2011/ - Com tanto apoio (inclusive da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro)  e  tanta divulgação, além dos excelentes cantores que brindariam a cidade com sua voz, é difícil acreditar que na apresentação de Lulu Santos, por exemplo, a bilheteria tenha 'vendido' apenas 11 ingressos.  Seria, no mínimo, muita incompetência para quem já trabalha no ramo. Mas vamos adiante...


Forte apoio recebido para a apresentação do show:





Cidades onde foram vendidos ingressos:

Friburgo -  São Pedro da Serra - Lumiar - Mury -  Macaé -  Sana -  Cachoeiras de Macacu - Bom Jardim - Casemiro de Abreu - Cascata - Cantagalo - Duas Barras - Cordeiro - Macuco -
Rio das Ostras - Niterói - Rio de Janeiro (4 postos: três deles eram shoppings), Silva Jardim/Aldeia Velha - Teresópolis - Búzios - Cabo Frio - Arraial do Cabo (lista completa no site: www.serrasons.com.br,  site que  'foi substituído' por outro com explicações pelo fracasso ou fraude do show).

Divulgação

Panfletos foram distribuídos.  Nos locais onde haveria venda de ingressos eram colocados enormes cartazes  (só na sexta-feira, quando começaria o show, colocaram um imenso cartaz em Mury! )  Na Internet também divulgaram a frustração de Lumiar, como nos exemplos abaixo:

orkut - SERRA SONS - Ingressos e reservas: Para gerar um conforto para todos que desejarem assistir o evento, eles serão vendidos no formato passaporte com bastante antecedencia e poderá ser pago ...

Serra Sons Festival em Lumiar - Serra Sons Festival | Facebook
www.facebook.com/pages/Serra-Sons-Festival-em-Lumiar/177273518985723?sk=info ·
orkut - Serra Sons - Lumiar 11 a 15 de novembro - 11 de nov - Lulu Santos 12 de Nov - Alceu Valença - Zeca Baleiro e Nó Cego 13 de Novembro - Flávio Venturini - Guilherme Arantes e Boca Livre - www.orkut.com/CommMsgs?start=1&tid=5633562835684129309&cmm=110425&hl=pt-BR ·
Serra Sons vai sacudir Lumiar - Da próxima sexta-feira ao dia 15, uma verdadeira constelação de estrelas passará pelo pequeno distrito de Lumiar, em Nova Friburgo. A lista dos 24 artistas e bandas que se ... oglobo.globo.com/rio/bairros/posts/2011/11/05/serra-sons-vai-sacudir-lumiar-414747.asp

Projeto :: Serra Sons Festival Site oficial da Cartão Postal Editoria e Publicidade ... Lumiar e São Pedro da Serra vão receber grandes nomes da MPB de 11 à 15 de novembro.
www.cartaopostalbrasil.com.br/2011/serra-sons-festival.html

A produção do Serra Sons Festival, em parceria com a Rádio Nova MPB, irá selecionar 4 artistas para fazer a abertura dos shows. Os internautas e fãns escolhem 1 artista ... barzinhodigital.com.br/festival-serra-sons-selecionara-4-novos-artistas ·
Parte dos shows do festival Serra Sons, que aconteceria entre os dias 11 e 15 de novembro em Nova Friburgo (RJ), foi cancelado em cima da hora por falta de pagamento de cachê ...
noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2011/11/16/festival-serra-sons-com-clube-da...
E aí?  Foi azar, incompetência ou fraude ?

publicado por puteiro-nacional às 14:17
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Novembro de 2011

Augusto Nunes deu-lhes uma boa vassorada

Artigo completo em   Direto ao Ponto


o Brasil inventa a faxineira que gosta de lixo


Além do brasileiro, o Brasil já inventou o analista de juiz de futebol, o jurado de escola de samba, o despachante, o senador biônico, o flanelinha, o comunista capitalista, o cabo eleitoral de ofício, o guerrilheiro que não sabe atirar e a família Sarney, fora o resto.


“A corrupção será combatida permanentemente”,
mentiu no discurso de posse, disse a nova mentirosa do Planalto

 O pântano das maracutaias

ESTE É MAIS UM VERGONHOSO GOVERNO PETISTA.


publicado por puteiro-nacional às 13:42
link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. CARA NOVA NO CONGRESSO -...

. Blog do Briguilino - Miau...

. Blog do Briguilino - Miau...

. ...

. HOMENS, UNI-VOS!

. "No future!'

. O que é "um grande homem"

. ...

. Onde ele está?

. A corrupção e o caranguej...

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds