Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011

Onde ele está?

 

 

Ao  acessar  o  blog do blogspot  'A Casa da Mãe Joana',  também chamado  mais apropriadamente de puteiro nacional,  lemos, de novo, o seguinte aviso:

 

 

O blog foi removido - Desculpe, o blogem puteiro-nacional.blogspot.com foi removido. Esse endereço não está disponível para novos blogs.  Esperava encontrar seu blog aqui? Veja: 'Não consigo achar o meu blog na web. Onde ele está?'

 

 

 

Como seguro morreu de velho,  foi criado um irmão quase gêmeo para o blog, justamente para casos assim.  Pena que,  depois do  último e longo susto, segui o conselho da douta Marta Splicy: relaxei e gozei.  Desde o  dia 8 deste mes,  deixei de repassar os novos 'capítulos'.  Vão reaparecer, mas nunca sesabe, porque  "um dia a casa cai",  como - ESPERO! - um dia caia até a casa de tolerância chamada Congresso e volte a ser um verdeiro parlamento. 

 

  

 A SEGUIR

 

 

Uma espécie de imbroglio envolvendo o Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga, ocorrido em Iriri, que será narrado aqui quando voltar ao Rio, acompanhado de fotos lindas do entardecer no local.

 

 

 

Nota: ontem foram feitos comentários sobre um dos jornais mais 'importantes' do estado, que se limita a comentar tragédias e mostrar bundas e pernas de atrizes e jogadores de jogadores de fuitebol.   Quanto ao que acontece aqui no Brasil, o jornal até parece que estaria imitando o recado do blogspot ao perguntar Onde ele ele está? Só não sabemos se, no caso do jornal, ele estaria estaria procurando o país ou algum problema brasileiro.

 

 

 

 Bom, mesmo, não é ir para outros lugares. 

 Bom é saber o que acontece nos outros lugares.

 

 

 

 

publicado por puteiro-nacional às 12:59
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011

A corrupção e o caranguejo - etmologia

 

 
 
 


 
"Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm." (Corintios 6:12)
"Corrupção é uma doença crônica, contagiosa e incurável."
 

 Enviado por Edson Carmona
 
 
 
Etimologia (Dionísio da Silva):
 
Corrupto: do latim corruptus, corrupto, podre, estragado, infectado, viciado. O étimo é o mesmo de corromper, do latim corrumpere, deixando implícito que é ação feita em companhia de alguém, o corruptor, do latim corruptore, e está presente também em interromper, do latim interrumpere, quebrar a continuidade, atrapalhar. Quando à palavra corrupto, entrou para a língua portuguesa, no século XV, em que prevaleciam os significados e sentidos de podre, adulterado, alterado.
Nos dias atuais, seja como adjetivo, seja como substantivo, corrupto passou a ser aplicado ao indivíduo que desvia verbas, que adultera contratos, falsifica documentos, assaltando o erário, naturalmente com a cumplicidade do corruptor, entretanto usualmente ausente das notícias e às vezes tratado como herói por denunciar aquele a quem ajudou a corromper.
São designados corruptos também uns crustáceos decápodes — semelhantes a caranguejos, com cinco pares de patas. Têm essa designação porque são muitos, quase não aparecem e são difíceis de capturar. Quando encontrados, os pescadores os usam como iscas para pegar peixes maiores.
  • Câncer em latim é caranguejo. O tumor recebe tal denominação porque sua forma lembra o
    crustáceo, mas ninguém diz de alguém que tem câncer, que tem caranguejo.
  • Laringe: do grego laryngos, genitivo de lárynx, localiza-se entre a faringe e a traqueia, onde estão as cordas vocais, peças importantes do aparelho fonador.
  • Hospital: do latim hospitale, significa originalmente casa de hóspedes. Portanto, cada um se hospeda justamente onde NÃO MERECE.
O ex-presidente Lula (65), com câncer na laringe, recebe tratamento no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.  Entre os clientes da instituição estão políticos e personalidades do mundo empresarial. A maioria do povo se trata na rede hospitalar conhecida como SUS (Sistema Único de Saúde), criado pela Constituição de 1988 e regulamentado nos anos 1990. Nos termos médicos, predominam o latim e o grego.

 
 
 
publicado por puteiro-nacional às 12:28
link do post | comentar | favorito
|

Que a Ideli faça sessões de quimioterapia... no SUS

 

Ontem fizemos a
barba, hoje o cabelo e amanhã faremos o bigode.
 
Frase de Ideli  Salvati, ministra das relações institucionais, ao telefone, para José Ribamar, o Sarney que é presidente do Senado, sobre a aprovação da emenda 29 que beneficia o governo ao evitar que seja obrigado a investir 10% de sua receita na área da Saúde.
Fazer barba cabelo e bigode é uma expressão popular que significa fazer serviço completo. Porém, a frase da ministra mostra a necessidade de o serviço completo ser feito aos poucos, em 3 etapas.
O que é elogiável pode ser feito de uma única só vez e sem discussão ou pedidos de desculpas (não é mesmo, José Ribamar?).  Elogiável, no caso, seria qualquer coisa que beneficiasse o povo para o qual o governo trabalha, principalmente na área da Saúde.
Porém, enquanto o governo 'vai ao barbeiro'  (com o nosso dinheiro):
  •  a Câmara prepara um pacote de Natal que provocará o gasto de R$386 milhões; 
  • o percentual gasto pela União não é alterado; 
  • senadores exigem mais cargos para apadrinhados;
  • se fala na divisão do Pará que custaria quase  R$ 4 bilhões; 
  • mais R$ 4 bilhões seriam investidos no combate ao crack, como se fosse mais importante investir no combate
    ao vício do que cuidar do homem que precisa de médico e hospital - isso deveria ser prioritário!);
  • o dinheiro que é desviado, roubado, nunca é devolvido, por mais que e o valor das falcatruas se tornem evidentes - a AGU, por exemplo, que representa uma exceção, já recurou uma pequena parte e vai tentar reaver mais de  2 bilhões  que foram desviados; 
  • a politicalha já se prepara para votar aumento na verba de gabinetes dos deputados, como se eles trabalhassem tanto que além das poucas sessões parlamentares ainda precisassem de  mais espaço para a vagabundagem e a roubalheira.
Os argumentos são previsíveis:  
Investir menos na saúde para evitar uma crise maior no país é um deles - que o eleitor tenha sua crise estomacal e se dane!  Outro, é a alegação ridícula de que esse ou aquele gasto não "prejudicaria"  a área da saúde ou educação, por exemplo, pois foram planejados para outros fins (que serão devidamente desviados) Aliás, esse último argumento é uma grande prova da falta de competência para administrar - e planejar -  o dinheiro público.
Aliás, é muito engraçado saber que o Senado resolveu aprovar plástica feita pelo SUS.  Prova de que essa gente está fora da realidade brasileira.  Filas imensas nas portas dos hospitais de gente clamando por assistência médica e até morrendo, como acontece muitas vezes, e eles se preocupam com plástica.  É necessária, sim, mas que esses deslumbrados alienados saibam como é a vida do brasileiro e quais são suas prioridades.   Que se 'preocupem'  com a plástica só depois que o cidadão puder ser atendido para tratar das coronárias, que , aliás é problema de uma grande maioria. 

 
 
Quanto à Ideli, se o negócio
"é se livrar dos pelos", 
que faça sessões de quimioterapia.
Montagem
publicado por puteiro-nacional às 10:45
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2011

SEQUESTRO VIRTUAL

 

Na semana passada, este blog "foi retirado", como informava o aviso que surgia em seu lugar, de sexta-feira a domingo.
Além disso, os últimos seguidores  simplesmente desaparecem por dias inteiros.  Como apareceram agora e sei que pode ocorrer outro longo sumiço mais uma vez - e sabe-se lá definitivo - os listei abaixo para  o caso de mais um desaparecimento repentino, que poderia ser chamado de 'sequestro virtual'.
Sempre que surgir algum aviso informando que O BLOG FOI RETIRADO (o que certamente jamais ocorrerá), podem se dirigir ao seu irmão  quase gêmeo http://puteiro-nacional.blogs.sapo.pt/, onde estão todos os artigos e 'brincadeirinhas' desde julho de 2007, embora não tenha o mesmo lay-out.   Sem contar que há mais um outro que servirá apenas como 'garantia'.

 Dulce Aparecida Lopes
 
 
 
 
 

 

Marcelo Portuária
 

 
 

 
 
Fernando Cecconello
publicado por puteiro-nacional às 20:08
link do post | comentar | favorito
|

Político precisa de sacola. Dêem uma para Demóstenes.

 

Demóstenes Torres, que sempre exige decência no parlamento, acabou pedindo desculpa a José Ribamar, o Sarney, após uma discussão acalorada. A discussão foi por causa da Emenda 29 (Desvinculação das Receitas da União), favorável ao Governo. A emenda evita que a União seja obrigada a investir 10% de sua receita na área da Saúde. No final da pendenga, Demóstenes Torres acatou a ordem de José Ribamar e pediu desculpas: "Peço desculpas ao senador José Sarney (...). Pediram-me para fazê-lo reservadamente, mas eu prefiro fazer as coisas publicamente (...) O que acontece é que eu tenho um tipo de temperamento em que a minha discussão é dura, mas extremamente leal."

Já viram algum leal meliante parlamentar pedir desculpas ao povo por maracutaia ou votação de artigos ou emendas que o prejudiquem?   Pois é... 
 
DÊEM UMA SACOLA PARA
DEMÓSTENES.
 
Mas, enquanto isso, a oposição conseguiu votar em separado o dispositivo que cria a contribuição social para a saúde, uma nova CPMF, que, para nossa sorte, foi rejeitado em seguida.  Políticos sempre serão políticos!  Ou melhor, políticos sempre serão igualmente TORPES.  Dispenso a  oferta de sacolas.
 

 

  Montagem
 

Vida bandida e vida ardida

A maioria dos brasileiros têm
uma vida bandida.
Mas outros... que vida tão ardida!
 
 
 
 
 
 
 
 
publicado por puteiro-nacional às 19:50
link do post | comentar | favorito
|

Hoje, nem a Brastemp é uma "verdadeira Brastemp"

 

 
Olhávamos para aquela geladeira arredondada, horrorosa, sem muitos recursos, que nos acompanhava há décadas.  E víamos os
novos lançamentos: imponentes, com muito espaço, um freezer separado.  Tudo de que as necessitadas cozinhas precisavam.  Até mesmo um descongelamento automático, embora - temos que admitir -  a enorme quantidade de botões atrapalhem mais do que ajudem.  Mas, apesar disso, estaria resolvido um grande problema doméstico.
 
Pouco tempo depois, descobrimos que as  novas geladeiras, como quaisquer outros produtos, sofrem de um grave problema "genético": a fragilidade .  Pior!  Quando alguma coisa escangalha, ninguém consegue a peça necessária para reposição.   Porém,  quando consegue - meu amigo! - seu preço é tão alto  que é melhor jogá-la no lixo e comprar outra, inclusive as imponentes geladeiras.   Lançaram a lei do comprar para jogar no lixo.
Pobre de quem faz compras em eternas prestações mensais.  Pode não ter mais o objeto comprado, mas a dívida...
 
Ótima piada que serviu para montagem
publicado por puteiro-nacional às 19:41
link do post | comentar | favorito
|

Já que o assunto é tapeação fotográfica...

 

Na época da campanha eleitoral pela presidência, um petista colocou em seu site duas fotos que, supostamente, seriam da atual presidente Dilma.  Em uma delas ainda era criança; na outra (foto acima), a vemos  numa passeata contra a ditadura. Mais uma vez, o uso enganoso de uma imagem foi usado politicamente.  Ao se justificar pelo "erro",  disse o PTista que não houve intenção de confundir a imagem das duas. Segundo ele,  "O que se busca, ali, é ressaltar um momento da vida do país do qual Dilma participou ativamente."
 
Resumo dos comentários sobre o 'engano' na época:
  • O Globo - Uma foto da atriz Norma Bengell identificada como Dilma Rousseff causou constrangimento neste fim de semana, no site oficial da candidata do PT à presidência.  Site de Dilma diz que montagem com Norma Bengell gerou 'interpretação equivocada'.

 

 

  • "Dilma não precisa se desculpar por foto em blog", diz Bengell:  A atriz Norma Bengell, 74, disse, em entrevista à Folha, que a pré-candidata à Presidência Dilma Rousseff não precisa pedir desculpa pelo uso de uma foto sua no blog da petista, com quem afirmou simpatizar e que definiu como "uma mulher que sofreu muito".

 

  • Resumo não muito resumido (Mídia sem Máscara):  O primeiro grande esforço do marketing da campanha foi o de vender Dilma como uma "lutadora" pela democracia, perseguida injustamente pela ditadura, mas distante das armas. Mudou a postura. Antes de ser candidata, gaba-se de sua truculência militante ("Só pra saber que nunca fui uma menina cândida: eu sei montar e desmontar, de olhos fechados um fuzil automático leve. Tinha que ser rápido, muito rápido. E, se você quer saber, eu sei atirar"); Agora, fala que nunca participou de ações armadas e que não passava de subalterna no movimento. Neste fim de semana, mais uma superprodução: Dilma lançou seu site (www.dilmanaweb.com.br) com uma home page que apresenta algumas fotos de sua trajetória pessoal. Só que é mostrada uma foto da atriz Norma Bengell - numa passeata de artistas contra a censura nos anos 60 - como sendo dela, Dilma Rousseff. Veja aqui a foto do site de Dilma e aqui, a foto de Norma Bengell em passeata contra censura.  Este episódio lembrou-de duas coisas: As montagens vistas em Forest Gump, onde Hanks "contracenou" com personalidades há muito falecidas (como Kennedy)e as fotos da Rússia revolucionária, onde - após ter caído em desgraça junto ao regime de Stálin - Trotsky foi "eliminado" de todas onde aparecia com Lênin.No caso de Dilma, a tentativa foi "criar" uma nova identidade para ela nos anos sessenta de modo que, ao invés mostrá-la como uma ativa líder guerrilheira , mostra-a como uma personagem ativa e reconhecida pelo combate à ditadura pelos meios pacíficos e não violentos. Mais uma farsa. Em 2010, podemos dizer que o PT tem passado "Dilma" mentira à outra.

Mais uma vez, este caso - já antigo - foi recordado pela  'Gracias',
a mesma pessoa que nos brindrou com as foto-montagens russas
que estão na página abaixo.
publicado por puteiro-nacional às 18:26
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2011

Fotos históricas alteradas

Assim, Cristina Kirchner, que  pretende reescrever a história da Argentina,

vai morrer de inveja

 

Livro com fotos originais expõe a indústria da falsificação histórica criada por Stalin
-Jaime Klintowitz -
 
 
 
O original mostra Nikolai Antipov, Stalin, Sergei Kirov e Nikolai Shvernik em Leningrado, em 1926, comemorando a vitória sobre seus adversários no PC. Preso e executado em 1941, Antipov foi o primeiro a sumir quando a foto apareceu no livroHistória da URSS. Shvernik, chefe de Estado até a morte de Stalin, sumiu na republicação numa biografia do ditador. Por fim, quando a foto foi copiada num retrato a óleo, Kirov, o chefe do PC em Leningrado, assassinado provavelmente a mando de Stalin, ficou de fora.
Logo que se tornou todo-poderoso na União Soviética, no final dos anos 20, Josef Stalin precisou retocar um detalhe biográfico particularmente embaraçoso na própria carreira: a modestíssima participação nos grandes acontecimentos de 1917. Com a mesma meticulosidade com que exterminou seus desafetos reais ou imaginários, Stalin se fez incluir no comando da Revolução Russa, mesmo que para isso tenha sido preciso pôr em movimento a mais espantosa indústria de falsificação da História.  
 
 
A foto de Lenin e Stalin em Gorki, em 1922, é falsa. Ainda assim, a máquina de propaganda stalinista a reproduziu em pinturas e esculturas para reafirmar a idéia de Stalin como o herdeiro indicado pelo Pai da Revolução. Na vida real, Lenin temia a ascensão de Stalin, mas estava doente demais para evitá-la.
 
Durante as três décadas de pesquisa, King reuniu a melhor coleção de fotos históricas originais do período stalinista. Boa parte do material foi coletada na própria União Soviética, trabalho facilitado depois que o comunismo virou fumaça. A maioria, contudo, estava no Ocidente, enviada como material de propaganda soviético e fora do alcance da purificação iconográfica que se seguia a cada expurgo dentro do Partido Comunista. Publicadas lado a lado, original e falsificação traçam um retrato concreto da luta pelo poder deflagrada após a morte de Lenin, em 1924.
 
 
O mais conhecido caso de falsificação stalinista, a foto de Lenin discursando para as tropas diante do Teatro Bolshoi, em 1920, foi retocada para retirar de cena Trotsky e Kamenev, inimigos de Stalin, depois assassinados. Os soldados estão de partida para combater o Exército polonês. A foto original foi um ícone soviético enquanto Lenin viveu e Trotsky estava no poder. Nesta versão, os indesejados foram substituídos por alguns degraus de madeira .
 
 
Tragédia pessoal - A União Soviética não foi a única ditadura recente a lançar mão da manipulação de imagens ou se aventurar a falsificar cenas históricas inteiras  a China, por exemplo, reencenou a Grande Marcha em benefício dos fotógrafos. O extermínio da velha-guarda bolchevique, com toda a crueldade inerente ao fato de que as vítimas eram os mais dedicados comunistas, também empalidece diante dos números apocalípticos do terror stalinista  estima-se que 13 milhões de camponeses tenham sido mortos durante a coletivização do campo.  O sumiço dos caciques vermelhos, contudo, foi mais bem documentado. Cada foto adulterada esconde uma tragédia pessoal em que se conhece a vítima e seu destino. King narra casos de viúvas que, com medo da polícia, rasgaram as fotos do marido executado por ordem de Stalin, de filhos que jamais mencionaram o nome do próprio pai. 
 
 
Na foto original, ao lado, Lenin e Trotsky, os dois principais líderes bolcheviques, comemoram o segundo aniversário da revolução na Praça Vermelha, em 1919.
Na republicação em 1967, Trotsky e outro líder importante, Lev Kamenev (de barba e boné à esquerda de Lenin), tinham sumido. Também desapareceu Artashes Khalatov (de barba, abaixo de Trotsky), militar executado durante o expurgo do Exército Vermelho em 1937. Na frente, de mãos no bolso, está Maxim Litvinov, ministro das Relações Exteriores de 1930 a 1939. Ele morreu em 1951, provavelmente assassinado pela polícia secreta .
 
Stalin não ficava satisfeito em apenas matar os adversários no partido, como Lev Kamenev, Grigori Zinoviev ou Leon Trotsky, mas também insistia em eliminá-los da História. Dentro de sua lógica brutal, isso fazia sentido: era uma lição para os sobreviventes e uma reafirmação do poder absoluto ."Quanto maior a calamidade causada por Stalin à nação, mais o arquiteto necessitava ser exaltado", escreve o historiador Stephen F. Cohen, da Universidade Princeton, no prefácio de The Commissar Vanishes. Numa pintura famosa, Stalin desce do trem junto com Lenin para a triunfal recepção na Estação Finlândia, em 1917. Na vida real, o futuro ditador nem sequer estava em Petrogrado naquele dia. As fotos originais permitem saber quem estava mentindo.
Recebido por email
 
publicado por puteiro-nacional às 12:39
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

Não seria mais fácil PROIBIR?

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O Coronel Maciel comenta em seu blog Velha Águia a foto de Dilma Rousseff aos vinte aninhos de idade, sob o título "DONA DILMA E SEU RETRATO NOS JORNAIS".
Na  foto acima, que apareceu ontem em alguns jornais que comentavam o lançamento de um livro sobre a vida da atual presidente brasileira, vemos a placidez de Dilma após 22 dias de tortura, na época da ditadura militar,
prestando depoimento numa Auditoria Militar. 
Estranhamente aparecem dois oficiais, que lhe faziam perguntas, escondendo o rosto com as mãos, como se estivessem sendo fotografados numa situação que não gostariam que fosse vista.  Da mesma forma que fazem os trambiqueiros quando aparecem algemados nos jornais.  
O que chama a atenção é que dificilmente eles "se esconderiam" das câmeras.  Primeiro porque estavam apenas fazendo o seu trabalho.  Não importa se alguns achem certo e outros considerem errado, mas faziam o trabalho para o qual eram indicados.  Em segundo lugar, numa época em que militares tinham total poder sobre o país, ao invés de se esconder, como fazem os trambiqueiros, seria muito mais lógico  que oficiais PROIBISSEM ser fotografados.   Afinal, o que o autoritarismo cerceia,  logo de início, é o trabalho  dos jornalistas e fotógrafos!
Outras dúvidas, que não foram resolvidas até agora, estão em Ninguém conhecia o 'trabalho' de Dilma? escrito em abril de 2010. http://dilma-mostra-tua-cara.blogspot.com/2010/04/ninguem-conhecia-o-trabalho-de-dilma.html
Quem souber explicar tantas dúvidas,
faria um grande favor.
 
 
publicado por puteiro-nacional às 18:11
link do post | comentar | favorito
|

A ele, um presente.

 

Por ter nos livrado de mais um ministro da maracutaia.
 
Ontem - até que enfim! - Carlos Lupi entregou o cargo, o que já deveria ter feito há muito tempo.  Um bem para todos, principalmente para ele que, além do acúmulo de denúncias, ainda fez o papelão de jurar que não sairia do ministério nem a bala, quando todos sabiam que sairia, sim, por mais que tentasse se agarrar na cadeira de
ministro.

Alegações lupinianas
“Tendo em vista a perseguição política e pessoal da mídia (1) que venho sofrendo há dois meses sem direito de defesa e sem provas ;  levando em conta a divulgação do parecer da Comissão de Ética da Presidência da República – que também me condenou sumariamente com base neste mesmo noticiário sem me dar direito de defesa (2) decidi pedir demissão do cargo que ocupo, em caráter irrevogável.
Faço isto para que o ódio das forças mais reacionárias e conservadoras deste país contra o Trabalhismo (3/4)  não contagie outros setores do Governo.
Foram praticamente cinco anos à frente do Ministério do Trabalho, milhões de empregos gerados  (5), reconhecimento legal das centrais sindicais, qualificação de milhões de trabalhadores e regulamentação do ponto eletrônico para proteger o bom
trabalhador e o bom empregador, entre outras realizações.
Saio com a consciência tranquila do dever cumprido, da minha honestidade pessoal e confiante por acreditar que a verdade sempre vence (6).” 

 

 
Análise das falsas alegações
 
(1) Chamar denúncias de perseguição virou moda; bem que os safardanas políticos poderiam inventar uma outra desculpa, mesmo que igualmente esfarrapada;
(2) 'Sem me dar direito de defesa' - até nisso sua mentira foi acintosa, pois o que não faltou foi recurso para se defender, de maneira pouco satisfatória como disse o Conselho de Ética que julgou por sua saída.
(3) "ódio das forças mais reacionárias e conservadoras deste país contra o Trabalhismo" é uma frase de efeito criada pelo lulismo  que já se tornou cansativa
(4)  ridículo alegar que entrega o cargo para evitar que o ódio 'pelo trabalhismo' contagie outros setores.  Se sua intenção fosse evitar qualquer tipo de contágio, teria sido mais rápido.
(5) quando fala sobre os milhões de empregos, gostaria de saber se estão incluídos os diversos sindicalistas que foram agraciados com emprego público, sem precisar fazer concurso algum, desde a época de L.I.


(6) 'Saio com a consciência tranquila do dever cumprido, da minha honestidade pessoal e confiante por acreditar que a verdade sempre vence.'   Quem, depois de desmentir todas as evidências de sua bandidagem, ainda afirmou, diversas vezes, que não sairia do ministério e saiu,  provou  que  não se pode acreditar em suas palavras.  Portanto, no seu caso a verdade venceu e que ele  coma tantas balas até se tornar tão obeso quanto salafrário.
 
 
 
publicado por puteiro-nacional às 18:01
link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. CARA NOVA NO CONGRESSO -...

. Blog do Briguilino - Miau...

. Blog do Briguilino - Miau...

. ...

. HOMENS, UNI-VOS!

. "No future!'

. O que é "um grande homem"

. ...

. Onde ele está?

. A corrupção e o caranguej...

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds