Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

A ele, um presente.

 

Por ter nos livrado de mais um ministro da maracutaia.
 
Ontem - até que enfim! - Carlos Lupi entregou o cargo, o que já deveria ter feito há muito tempo.  Um bem para todos, principalmente para ele que, além do acúmulo de denúncias, ainda fez o papelão de jurar que não sairia do ministério nem a bala, quando todos sabiam que sairia, sim, por mais que tentasse se agarrar na cadeira de
ministro.

Alegações lupinianas
“Tendo em vista a perseguição política e pessoal da mídia (1) que venho sofrendo há dois meses sem direito de defesa e sem provas ;  levando em conta a divulgação do parecer da Comissão de Ética da Presidência da República – que também me condenou sumariamente com base neste mesmo noticiário sem me dar direito de defesa (2) decidi pedir demissão do cargo que ocupo, em caráter irrevogável.
Faço isto para que o ódio das forças mais reacionárias e conservadoras deste país contra o Trabalhismo (3/4)  não contagie outros setores do Governo.
Foram praticamente cinco anos à frente do Ministério do Trabalho, milhões de empregos gerados  (5), reconhecimento legal das centrais sindicais, qualificação de milhões de trabalhadores e regulamentação do ponto eletrônico para proteger o bom
trabalhador e o bom empregador, entre outras realizações.
Saio com a consciência tranquila do dever cumprido, da minha honestidade pessoal e confiante por acreditar que a verdade sempre vence (6).” 

 

 
Análise das falsas alegações
 
(1) Chamar denúncias de perseguição virou moda; bem que os safardanas políticos poderiam inventar uma outra desculpa, mesmo que igualmente esfarrapada;
(2) 'Sem me dar direito de defesa' - até nisso sua mentira foi acintosa, pois o que não faltou foi recurso para se defender, de maneira pouco satisfatória como disse o Conselho de Ética que julgou por sua saída.
(3) "ódio das forças mais reacionárias e conservadoras deste país contra o Trabalhismo" é uma frase de efeito criada pelo lulismo  que já se tornou cansativa
(4)  ridículo alegar que entrega o cargo para evitar que o ódio 'pelo trabalhismo' contagie outros setores.  Se sua intenção fosse evitar qualquer tipo de contágio, teria sido mais rápido.
(5) quando fala sobre os milhões de empregos, gostaria de saber se estão incluídos os diversos sindicalistas que foram agraciados com emprego público, sem precisar fazer concurso algum, desde a época de L.I.


(6) 'Saio com a consciência tranquila do dever cumprido, da minha honestidade pessoal e confiante por acreditar que a verdade sempre vence.'   Quem, depois de desmentir todas as evidências de sua bandidagem, ainda afirmou, diversas vezes, que não sairia do ministério e saiu,  provou  que  não se pode acreditar em suas palavras.  Portanto, no seu caso a verdade venceu e que ele  coma tantas balas até se tornar tão obeso quanto salafrário.
 
 
 
publicado por puteiro-nacional às 18:01
link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. CARA NOVA NO CONGRESSO -...

. Blog do Briguilino - Miau...

. Blog do Briguilino - Miau...

. ...

. HOMENS, UNI-VOS!

. "No future!'

. O que é "um grande homem"

. ...

. Onde ele está?

. A corrupção e o caranguej...

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds